sábado, março 31, 2018

É uma pena que a Cristas não seja governo, porque agora metiam-se uns toureiros em todos os teatros e era ver o dinheiro da DGArtes a pingar.

Este ano, a Páscoa calha no Dia das Mentiras. Finalmente tenho uma razão para dizer que acredito em Jesus e na Ressurreição sem me rir.

sexta-feira, março 30, 2018

READY PLAYER ONE
A nostalgia a abrir caminho

O livro de Ernest Cline oferece muitos motivos para louvores, mas é à adaptação cinematográfica realizada por Steven Spielberg que dedico agora todas as vénias. O filme, com argumento de Zak Penn e do próprio Ernest Cline, é, na sua essência, muito fiel ao livro homónimo, mas diverge em bastantes pormenores - e ainda bem: é numa sequência que nem sequer existe na obra original que tem o seu momento mais alto. Estando Spielberg imerso no imaginário explorado por Cline - é uma espécie de figura tutelar -, há uma sensação de ciclo completo quando se tem o homem que nos trouxe E.T, Indiana Jones, Minory Report, e tantas outras maravilhas, ao leme desta adaptação. Que Spielberg, várias décadas depois, continue a marcar novas gerações com o trabalho feito e, mais entusiasmante ainda, com aquele que continua a fazer, é prova de que a nostalgia, mais do que apego ao passado, é um motor que, nas mãos certas, conduz a um futuro brilhante. A memória é, e há-de ser sempre, uma candeia que ilumina o caminho a tomar, e essa será, talvez, a grande mensagem deste READY PLAYER ONE. Obrigado, Ernest Cline: obrigado, Mestre Spielberg, por tudo e por mais este.

O Liberto e a Maria das Dores perguntam se na Sexta-Feira Santa se pode desempanar a farinheira.

Excursões Air Lino, Quarta-Feira, 21h00, RTP 1

quinta-feira, março 29, 2018


O episódio de ontem de Excursões Air Lino (Ep.10, “Anita vai às Termas”) acontece numa altura do arco narrativo em que todas as personagens estão em ponto de rebuçado. Uma dinâmica que já percebêramos no guião e que se traduziu sem espinhas pela arte de uma equipa e um elenco no auge da sua forma. Sim, isto são palavras de um argumentista babado e, acima de tudo, agradecido pelo que fizeram com os nossos guiões. E agradecido a vós, público, que todas as semanas nos acompanha na RTP1 - quase meio milhão de pessoas no autocarro connosco, correndo Portugal de lés-a-lés.
Temos mais três episódios até ao final e não imaginam o que está na calha. Vai ser de arromba!

Ep.10 - Vejam ou revejam aqui.

LÂMINA
11 de Maio
Capote Fest 2018

quarta-feira, março 28, 2018

O que acontece no mato, fica no mato.

Excursões Air Lino Hoje, 21H00, RTP 1

Ainda mal tinha terminado de escrever Excursões Air Lino, com o Mário Botequilha, e já estava a escrever 1986, com o Nuno Markl, a Ana Markl e a Joana Stichini Vilela. Esta proximidade entre as duas séries permitiu-me ver ainda mais claramente: o elenco experiente da primeira e o mais jovem da segunda partilham o mesmo entusiasmo, a mesma entrega. Actores, maravilhosos actores que, todos os dias, nos ensinam o significado da palavra dedicação.

Hoje, 21h00, RTP 1

EXCURSÕES AIR LINO
Episódio 10 - ANITA VAI ÀS TERMAS
Anita e os excursionistas encontram a paz e o relax lombar nas termas da Peneda-Gerês. A preocupação pelo desaparecimento de Lino e Damião teima em instalar-se, no meio das massagens com pedras quentes e duches Vichy. No mato, Lino e Damião tentam sobreviver à base de raízes secas e encontrar o caminho de volta para a civilização. O espírito militar de Damião apodera-se de novo dele e Lino vive o Ultramar que nunca viveu. O que acontece no mato, fica no mato.

terça-feira, março 27, 2018

Polícia do Pensamento Literal

Esta noite tive um sonho deveras peculiar: um grupo de amigos estava a conversar até que um deles, que me pareceu ser o Fernando Rosas, fez um comentário irónico: “O CDS até tem um dirigente que diz que é gay… Ai que moderno que ele é!". Calaram-se todos a olhar para ele. O Fernando Rosas não estava a perceber qual era o problema. Mas todos eles pareciam achar aquele comentário discriminatório. Rosas tentou relembrá-los que sempre foi um dos maiores defensores dos direitos dos gays, e que estava apenas a usar ironia. Mas outros mostraram-se escandalizados: "A ironia é proibida".
Ligaram para o número de emergência. A Polícia do Pensamento Literal apareceu logo à porta, para punir o infractor. O Fernando Rosas foi algemado e levado, e o grupo de amigos brindou a um mundo melhor. Coloquei uns óculos à “They Live!” do Carpenter, vi que aquela malta era feita de algodão-doce polvilhado com raspas de abacate, e acordei aos gritos.
Pesado.

1986 - Episódio 3: "Sólido como Rocha"

No episódio de hoje de 1986, visitamos os bastidores da mítica série Duarte & Cia., referência incontornável daquela época. A interpretar o papel do marcante e saudoso Rocha, está o caríssimo Pedro J. Ribeiro, que fez a voz do personagem Silva noutro projecto em que tive o prazer de trabalhar com o Henrique Oliveira, o Café Central. O Pedro foi gravar num dos poucos dias em que consegui ir assistir às gravações, e posso garantir que, ao vivo, a maneira como ele se assemelha ao verdadeiro Rocha não é menos impressionante.

Para quando uma peça de verdadeiro jornalismo de investigação sobre a forma como Neptuno influencia os nativos de Boi com ascendente em Cachaço? Fica a dica.

Agora que no Prós e Contras já se discutiu o biomagnetismo, anseio por outros temas igualmente sérios como o uso de raspas de chifre de unicórnio para tratar cataratas, o óleo de axila de dragão para suprimir joanetes, e o granulado de noção da direcção de informação da RTP, para achar que este tipo de macacada tem lugar na estação pública. Estamos quê?, no séc. XI?

Há coisa de um ano, estavam estes episódios de 1986 a ser escritos, sonhava lá eu que seríamos presenteados com fan art tão surpreendente! Esta ilustração épica dos Cinco da Bomba, a.k.a. Clube da Bomba, é da autoria do Artur Ferreira! Maravilha!

segunda-feira, março 26, 2018

Gravado a 11 e 12 de Fevereiro de 1955, editado a 15 de Junho de 1956.

Verdade.

domingo, março 25, 2018

27 anos de ARISE

Temos sido presenteados com supímpica fan art de 1986! Este cartaz do JBM Design podia perfeitamente ter estado pendurado no Cinema Condes, por exemplo, em 1986, anunciando a versão filme da nossa série.

sábado, março 24, 2018

△ LÂMINA △

Que noite brutal! A maneira como fomos acolhidos pela malta do Cine Incrível - Alma Danada e do Quiet RiotBar, pela calorosa turba deliciosamente ensandecida da Margem Sul; a arrasadora actuação dos RASGO (com quem muito nos honra termos tocado) a levarem tudo à frente - PUXA!!! - tudo conspirou para fazer da noite passada uma que não se esquece.
Até breve, Almada!

Foto: Mark Gray - Thanks, man, glad you enjoyed it!

sexta-feira, março 23, 2018

É hoje!

Venham cortar com a nossa LÂMINA e depois moshar com os RASGO! Vai ser uma noite incrível!

quarta-feira, março 21, 2018

Air Lino, Excursituri Te Salutant!

Hoje, RTP 1, às 21h00, é em Conímbriga!

Excursões Air Lino - Episódio 8: "Anita vai a Roma"

Hoje a excursão é a Conímbriga!
All aboard? Alea jacta est!
21h00 na RTP 1!

terça-feira, março 20, 2018

Conquista espacial, Revista Gina e os discos ideais para animar uma festa em meados dos anos 80 - “A Bordo do Challenger”, episódio 2 de 1986, hoje às 22h na RTP 1!
Uma hora antes, pelas 21h, directo da Cave do Markl, com o próprio Nuno Markl, as magníficas actrizes Ana Bola, Laura Dutra e Mafalda Santos, e uma performance da canção “Pensamos no Futuro Amanhã” pela Ana Bacalhau e o João Só. Tudo pérolas de ostra gorda, qualquer que seja a cronolocalização de um indivíduo!

segunda-feira, março 19, 2018

Março, o mês em que se celebra o todo-poderoso M.O.D.O.K., na March MODOK Madness! A minha contribuição em 2018 é este singelo desenho que fiz há dias. All Hail M.O.D.O.K.!

domingo, março 18, 2018

O meu coração é um rochedo árido com ogres arraçados de Chuck Norris dentro das suas cavernas. Mas se continuar a aparecer fan art de #1986asérie tão fofalhuchufucha como a da Erica Glas, corre o risco de se transformar num unicórnio de algodão-doce. Passar meses a criar um mundo e depois ver malta a apropriar-se dele e a reinterpretá-lo é maravilhoso.

Sketch que escrevi com a Mariana Garcia para o Donos Disto Tudo: os primeiros passos do Professor Passos. Interpretações supimpas dos gargalhóficos Eduardo Madeira, Joana Pais de Brito e Pedro Luzindro.

sábado, março 17, 2018

O ataque feito ao último solo de Ricky Gervais, “Humanity”, com o argumento de que o material dele é transfóbico, pôs em evidência uma realidade que se tem vindo, desde há algum tempo, a verificar, e que explica porque casos como, por exemplo, o de Louis CK são tão batidos, e depois casos bastante mais graves, como o de Roy Moore, não levantam um milésimo do bruá. É que, a coberto de uma pseudo-preocupação com questões de justiça social, há muito wannabe humorista a quem a vida não correu de feição e que agora retira especial gozo do ataque a humoristas bem sucedidos. A suposta homofobia, transfobia, seja o que for, é só uma desculpa. Porque se fosse esse o verdadeiro motor da indignação, os focos seriam também outros. E não são. Havendo, sem dúvida, casos em que há matéria para a crítica e a condenação - ser humorista não constitui sinónimo de impunidade quando se trata de discurso assumidamente de ódio ou deste ou daquele comportamento predatório, como é óbivo -, não deixa de ser sintomático o crescendo de tentativa censória quando se trata de palavras, de piadas, onde a bitola do que é de bom ou de mau gosto não deve - não pode - servir de fasquia para o que pode e para o que não pode ser dito. No caso deste solo de Ricky Gervais, dizer que há ali verdadeira transfobia só pode ser fruto de uma de duas coisas: ignorância ou ressabiamento. Ou, amiúde, de ambas.

A definição de um completo sem-vergonha poderia muito bem ser esta: alguém que se revolta porque o CDS não aprovou o voto de pesar pelo assassinato da vereadora Marielle Franco e que, depois de saber que afinal o CDS aprovou, se revolta contra aqueles que se revoltaram contra o CDS por não ter aprovado e, por último, se revolta contra aqueles que se revoltaram contra aqueles que se revoltaram contra o CDS. Assim, em catadupa, num post a seguir ao outro, às vezes no mesmo, num exercício cata-ventista-populista-à-caça-de-likes que só não dá náuseas porque, antes de mais, dá muita vontade de rir.

sexta-feira, março 16, 2018

Hoje saiu o novo trailer de Avengers: Infinity War e lembrei-me que o trabalho de Steve Englehart, Bob Brown e Don Heck nos anos 70 não tem os louvores que merece.

Fan art de 1986! Isto é maravilhoso! Obrigado, Daniela Viçoso!

No maravilhoso genérico que o João Pombeiro fez para 1986 é possível ver fotos de malta tal como era naquela época. Não só gente que foi generosa ao ponto de nos enviar essas imagens mas também da equipa que trabalhou na série. Quando chegou a minha altura de enviar uma foto ao João, reencontrei esta que o meu pai me tirou em Junho de 80.
Portanto, sim - aquele puto que aparece vestido de Super-Homem no genérico de 1986 sou eu.
Se me dissessem, naquela altura, que a foto iria aparecer no genérico de uma série da qual eu seria argumentista, eu provavelmente teria dito com naturalidade "Sim, pois vai, e eu vou estar a assistir a essa série na minha base espacial na órbita de Marte". Bom, metade disso concretizou-se, e tenho cá para mim que foi a metade melhor.
Pormenor de classe: ainda tenho este fato de Super-Homem. Surpreendentemente, já não me serve.

quarta-feira, março 14, 2018

dE = k/8π dA + ΩdJ + ф dQ


Obrigado.

Nazaré e o seu Canhão: a prova, nas palavras de Lino, de que Portugal não é só linha costeira - também é ondas. Lino reencontra o seu arqui-inimigo, Deodato, timoneiro de uma empresa de excursões concorrente da Air Lino. E, como um mal nunca vem só, reencontra também a sua ex-mulher, Salomé. A novela de desafectos e intriga encanta mais o grupo de excursionistas do que as aulas de surf. O Sr. Tainha começa a colocar em causa a sua sexualidade de mais de seis décadas. Mas o maior segredo é de Anita.
McNamara, nem vê-lo.
Hoje, 21h00, RTP1
Excursões Air Lino

Excursões Air Lino - Episódio 8

Hoje a excursão é ao Canhão da Nazaré!
All aboard? Surf’s up!

A quantidade de gente que esta noite fez maratona e assistiu à série toda! Sim, porque os 13 episódios estão todos disponíveis na RTP Play.
O binge não invalida que deixem de rever semanalmente, terças às 22h00 na RTP 1. 1986 é agora!
#1986asérie
#RebobinarÉFixe

terça-feira, março 13, 2018

Avassaladora onda de ♥️ depois deste primeiro episódio!
Obrigado!

Electrificados

Eis o video do tema do genérico de 1986, "Electrificados", composto pelo Henrique Oliveira e trazido à vida pelo João Só, a Lena d'Água e a Catarina Salinas. É ver e ouvir em loop até às 21h59, hora a que o ano muda e entramos de novo em 86.

1986 é hoje!

segunda-feira, março 12, 2018

Amanhã muda o ano!
1986, a série.
Episódio 1 às 22h00 na RTP 1, todos os 13 episódios na RTP play!

All aboard? Surf’s up!

Esta quarta-feira às 21h.
Excursões Air Lino, episódio 8.

Filmaço. Cruel e cómico, apenas aparentemente cru. Vénias a Steven Rogers e a Craig Gillespie. Há uma ideia muito segura de cinema em I, TONYA, sem exibicionismos, com uma respiração quase Scorsesiana. Grande história contada de forma exemplar, sem laivos da farinheira moralista e/ou da morcela motivacional que abunda em muito do cinema hoje em dia celebrado. I, TONYA faz-se de camadas, consegue ser explícito e subtil, às vezes em simultâneo; o que é, por si só, uma proeza. Excelentes interpretações - absolutamente notável, Allison Janney. E Margot Robbie, sem sombra de dúvida, tem neste papel um dos pontos mais altos da sua carreira, se não o mais alto, até agora.

quinta-feira, março 08, 2018

O casal recasado está no bem-bom e, do vale dos lençóis, brota o senhor padre que não quer cá fornicafufanço. Sketch que escrevi para o DDT - Donos Disto Tudo, exibido sábado passado na RTP1. Santíssimas interpretações do Eduardo Madeira, Joaquim Monchique e Joana Pais de Brito.
Vejam aqui.

quarta-feira, março 07, 2018

Na excursão de hoje, há leitões sobre a mesa e conspirações por baixo da dita.
21h00, na RTP1.

terça-feira, março 06, 2018

Apresentação à imprensa de 1986, a série.
Estreia 13 de Março na RTP 1!

“Não concordo nada com isto de deixar entrar animais em restaurantes, porque incomodam as pessoas”, dizia ele ao jantar enquanto o filho de meses berrava que nem um borrego.

Este ano liguei ainda menos aos óscares do que é costume. Difícil levar a sério uma cerimónia de prémios de cinema onde, no meio de tanta chachada nomeada, o avassalador LOGAN só teve uma nomeação (e nem essa resultou em estatueta). A Academia prossegue a sua (aparente) luta contra os preconceitos. Mas só alguns.

sábado, março 03, 2018

Isto, isto tudo. E muitos dos que vejo lamentar o fecho das livrarias são protagonistas desta chachada aqui descrita.