domingo, novembro 12, 2017

Na senda do fim da impunidade do assédio, seria de esperar que os mesmos critérios aplicados ao mundo do espectáculo fossem-no também na política. No entanto, o que temos? Roy Moore que, entre outras acusações, terá violado uma garota de 14 anos. Consequência: carreira destruída? Ostracizado? Não: prepara-se para ser senador do Alabama, com grande apoio dos eleitores e da Fox News. Vai-se a ver e a tal "revolução" ainda está muito circunscrita.

Sem comentários: