sábado, setembro 30, 2017

Hoje vou estar no Festival Silêncio para comemorar os 5 anos da editora do lado esquerdo, lendo um poema do meu "e enquanto espero que me arranjem o esquentador penso em como será a vida depois do sol explodir".
17h, na Guilherme Cossoul.

Sem comentários: