segunda-feira, julho 24, 2017

Não estamos em dois mil e dezassete. Estamos em mil novecentos e oitenta e trinta e sete.

Sem comentários: