sábado, julho 29, 2017

Como manifesto artístico, sublinhar sobranceiro de diferenças culturais e repúdio de uma indústria que visa a gratificação instantânea, seria um tiro no pé. Mas não é essa a intenção: é uma campanha inteligente, mais ainda por não se levar demasiado a sério, e, nesse sentido, é hilariante e funciona às mil maravilhas. Claro que haverá sempre quem veja aqui um estandarte contra Hollywood - a piada também visa essa malta.
Vejam e leiam aqui.

Sem comentários: