quinta-feira, novembro 17, 2016

Parecendo que não, Grândola é outra coisa

As reacções e o tratamento dado aos discursos de ódio são o tipo de coisas que mostram que a cultura do eufemismo e do politicamente correcto não está com nada. Quando um jornal se refere a Pinto Coelho como “polémico dirigente”, não se está a fazer jus à categoria, ou à falta dela, de alguém cujo programa eleitoral se concentra em não querer mulheres de burka ou orações nas ruas de pessoas viradas para Meca. De apoiantes que, numa manifestação anterior, empunhavam cartazes com pérolas da homofobia como “80% dos pedófilos são homossexuais”. Isto não é polémico, peeps. Isto é falso, e perigoso.
Ouvir aqui

http://www.tsf.pt/programa/nao-e-mau/emissao/parecendo-que-nao-grandola-e-outra-coisa-5502494.html
 

Sem comentários: