sábado, outubro 29, 2016

A malta da homeopatia tem a vida facilitada: não precisa de farmácias de serviço, basta ir a uma estação de serviço comprar smarties.

quinta-feira, outubro 27, 2016

segunda-feira, outubro 24, 2016

RIP Pete Burns

Kierkegaard, ao refutar Hegel com aquela conversa da verdade ser subjectiva e da subjectividade ser a verdade, deu cabo do mundo e das caixas de comentários.

O crossfit é a igreja evangélica da malta com crises de meia idade.

Faz sentido que o país de uma Maria Leal seja o mesmo que pariu um Henrique Raposo. Andam de mãos dadas na marcha da estupidificação em curso, um porque não sabe fazer melhor que aquilo, o outro porque gostava muito de ser a Beyoncé.

O Nuno Espírito Santo é o Gustavo Santos com uma caneta.

domingo, outubro 23, 2016

RIP Steve Dillon.
Merda de ano, este.

sábado, outubro 22, 2016

sábado, outubro 15, 2016

De todas as filhadaputices do Trump, a maior será talvez ter feito da Hillary uma candidata razoável.

Eu com -30 horas de sono a falar do "Do Androids Dream Of Electric Sheep?" de Philip K. Dick, n'Os Livros.

sexta-feira, outubro 14, 2016

Caríssimos, escrevi isto mas estava a assobiar ao mesmo tempo, tipo canção. Alguém me ajuda a saber se isto é música ou poesia ou o caralho? Aqui vai:
"é que o nobel o caralho
é que o dylan o caralho
é que o murakami o caralho
é que o lobo antunes o caralho
é que os táxis o caralho
é que a uber o caralho
é que o pitt e a jolie o caralho
é que o trump o caralho
é que a hillary o caralho
é que o putin o caralho
é que o costa o caralho
é que o passos o caralho
é que o imi o caralho
é que o irs o caralho
é que a maria leal o caralho
é que o benfica o caralho
é que o sporting o caralho
é que o fêquêpê o caralho
é que o cantona o caralho
é que a bellucci o caralho
é que o euro o caralho
é que o bes o caralho
é que o bpn o caralho
é que o paul krugman o caralho
é que o brexit o caralho
é que a merkel o caralho
é que o schauble o caralho
é que o dijsselbloem o caralho
é que a ue o caralho
é que o bce o caralho
é que o eduardo dos santos o caralho
é que o kim jong-un o caralho
é que o guterres o caralho
é que o barroso o caralho
é que o fmi o caralho
é que a goldman sachs o caralho
é que a moody's o caralho
é que a monsanto o caralho
é que o isis o caralho
é que os refugiados o caralho
é que a grande barreira de coral o caralho
é que as olimpíadas o caralho
é que os paralímpicos o caralho
é que a dilma o caralho
é que o temer o caralho
é que o netflix o caralho
é que o facebook o caralho
é que o twitter o caralho
é que o gasóil o caralho
é que o yoga o caralho
é que o veganismo o caralho
é que o mindfulness o caralho
é que o running o caralho
é que o team building o caralho
é que as start ups o caralho
é que a gentrificação o caralho
é que o airbnb o caralho
é que o low cost o caralho
é que o gourmet o caralho
é que o picapau perneta o caralho
é que o pokémon go o caralho
é que os tuk-tuks o caralho
é que a calçada portuguesa o caralho
é que as obras que nunca mais acabam o caralho
é que a poesia o caralho
é que a literatura o caralho
é que o caralho o caralho
amanhã é fim de semana
e os unicórnios saem à rua feito loucas"
Enfim, é um work in progress. Ainda estou a limar. No fundo, no fundo, o que quero mesmo saber é se, de uma maneira ou de outra, isto é nobelizável ou não.
Obrigado.

Diz que a Academia sueca ainda nem sequer conseguiu contactar Bob Dylan. Hilariante como um galardão tão invejado, ao ponto de haver forquilhas erguidas pelos puristas indignados, não suscita grande interesse ao laureado. A meta de uns é o encolher de ombros de outros.

Jimi Hendrix canta o Nobel da Literatura

Hoje cruzei-me com (inserir indivíduo com características suficientemente genéricas para criar ressonância no leitor) que estava a (inserir acontecimento mundano que dê para fazer um qualquer paralelo com uma observação pseudo-poética-inspiracional-da-treta que sublime as capacidades humanas, o relacionamento com os outros). Foi então que dei por mim a pensar que (inserir a tal observação pseudo-poética-da-treta que faça os leitores mais bacocos suspirar um "olha que bem apanhado"). Bom dia.

quinta-feira, outubro 13, 2016

"Está lá, Bob? Fala da Svenska Akademien, man. Olha, estávamos aqui a ver: por acaso não tens letras de canções que nunca tenhas gravado? Umas que possas publicar num livro de poemas? É que estávamos a pensar entregar-te o Nobel da Literatura, mas se não tiveres nada publicado exclusivamente em livro, vai haver pessoal que se vai passar bué, um chinfrim do catano como aconteceu quando foi o Dario Fo a ganhar, e na altura não havia redes sociais em barda como agora, por isso imagina o salsifré...! Eh pá, e sinceramente não estamos para aturar essas macacadas, man. Publicas o livro e depois descansa que há-de haver malta que vai pegar nesses poemas e vai musicá-los, que é o que está bué na moda fazer com a poesia. Tem é de ser poesia de livro, 'tás a ver, se for poesia que venha da música já não pode ser musicada, percebes? O chamado Paradoxo do Pingarelho. Não percebes? Pois, nós aqui também não, mas o que é que queres, há gente nhónhó que só está bem é a estragar. Já 'tou a ver o filme: vai haver gente a dizer "Ah e tal, se o Bob pode ganhar o Nobel da Literatura, então o Muarakami também pode ganhar o Nobel da Física". Ya, man, eu sei que não tem nada a ver, mas o pessoal fica bué ressabiado por se estar a mexer nas porcelanas da literatura e entra numa bué totó, 'tás a ver? Ah, olha, e sabes o que é que dava uma jeitaça? Era se os poemas não rimassem. Isso é que era tabaco, man. Porque a malta não curte poemas que rimam, porque a rima é uma regra, e a malta é bueda rebelde e não curte regras, e vai daí criou-se esta regra que é de não ter rimas, 'tás a perceber? Não? Ya, nós também não, é uma cena do caraças...! Olha, fazemos assim: a gente vai dar-te o Nobel e siga, os ressabiados que se aguentem à bronca, caguei d'alto. Boa? O quê? O Lobo Antunes? O Lobo Antunes está na boa contigo, o stress dele é com o Saramago e com o Pessoa, que já estão os dois mortos, por isso é tranquilo. S'a foda, Bob. Anda receber o Nobel, tu recebes bem. Se houver gente a stressar, que s'a foda."

Lobo Antunes a atirar-se ao Nobel

Os ressabiados com esta atribuição do Nobel da Literatura são assim uma espécie de Antral para o Uber Dylan.

Gente que tem projectos em que junta música com poesia e que agora ai jasus porque o Dylan ganhou o Nobel da Literatura ♡

Por cada comparação descabida que alguém faz de Bob Dylan com Tony Carreira, morre um livro de "poemas" de uma qualquer pequena editora portuguesa.

O Nobel da Literatura para o Bob Dylan é um espanador no meio literário, só se vêem traças a tossir engasgadas com o pó.

Quem mais perdeu com a entrega do Nobel a Dylan foi aquela malta que tem os Murakami a ganhar pó na estante à espera de uma desculpa para serem instagramados. Que desperdício, com filtros tão bonitos, o Nashville e tal...

Não percebo as pessoas que ainda estavam à espera que o Chagas Freitas ganhasse o Nobel, é que ele já tinha prometido perder.

E, com este artigo, Tim Stanley ganha o Nobel da Parvoeira. Aliás, basta o título:
A world that gives Bob Dylan a Nobel Prize is a world that nominates Trump for president

Está assim há duas horas. Deverei ficar preocupado? Teve um fanico a meio do comentário? #fb

Porque hoje é dia de Nobel da Literatura e tal - Não é mau: O Vaz Marques comigo não faz farinha - ouvir aqui


Dario Foi.

Não, não é só passar um instrumento musical para as unhas de alguém que o faz ganhar um Nobel da Literatura: se meterem uma gaita nas beiças do Gustavo Santos, o que ele escreve continuará a ser merda.

Editores ultrajados porque o Nobel da Literatura foi atribuído a alguém que não escreve livros, mas que publicam livros de gente que nem sabe escrever ♡

Uma coisa que António Lobo Antunes não pode dizer sobre Bob Dylan é que fode pouco, porque os editores, livreiros e escritores estão todos fodidos por Dylan ter recebido o Nobel.

Se o Saraiva apanha o Bob Dylan num elevador, dá-lhe um enxerto.

segunda-feira, outubro 10, 2016

Como cliente, cada vez que entro num táxi, não sei se estou a ser conduzido por alguém civilizado ou por um dos bárbaros que foram hoje, mais uma vez, protagonistas das tristes e graves figuras de vandalismo e agressão. Por uma questão de sobrevivência da própria classe, e para lá da legalização ou não das plataformas digitais de transporte, urge que as entidades do sector tomem medidas para responsabilizar os causadores destes episódios lastimáveis e impedi-los de lidar com o público, pois claramente não oferecem garantias de segurança. "Ah e tal estão a revoltar-se contra o capitalismo selvagem". "Capitalismo selvagem?" O "capitalismo selvagem" também tem as costas muito largas. Sabem o que é selvagem? É rebentar carros ao murro e ao pontapé.

Sobre as demonstrações de violência de alguns taxistas ouvi dizer "estão a defender os seus direitos". Ri-me.

Boletim de trânsito TSF (em parceria com a Antral)

Ouvir aqui


Sim, isto é importante, mas amanhã é táxis vs uber.

sexta-feira, outubro 07, 2016

E a isto, turma, chama-se suicídio:

Taxistas pedem bandeirada de seis euros

A pedra no meu pneu é melhor que a pedra no teu


Ouvir aqui.
Na foto: Monica Bellucci. Evite-se a pândega do "legenda: naco da pedra"; haja decoro. Bom.

Brad Pitt e Angelina Jolie são História

Ouvir aqui

Dá-me sempre vontade de rir.


Desvão
de Miguel Martins

O maior poeta português vivo vai publicar um novo livro.
A apresentação é amanhã, dia 8 de Outubro, 18h00, no Bar do Teatro A Barraca, Lisboa.
 

Guterres na ONU é muito bonito mas só se ele acabar com as tunas.

quinta-feira, outubro 06, 2016

O trabalho a que o Alex Fernandes, aka Alex FX, nos habituou desde sempre pauta-se por um grau de excelência de se lhe tirar o chapéu. Quer em estúdio, quer ao vivo, o Alex transcende-se a cada apresentação. Quem teve, por exemplo, a sorte de estar no Boiler Room do ano passado sabe bem do que eu estou a falar. No seu novo álbum, a sair ainda este ano, e do qual este LOCUST SWARM é um primeiro avanço, o Alex atinge novos patamares de brilhantismo. Energia contagiante não começa sequer a definir a vaga irresistível que aí vem. Tema brutal, com a participação do lendário David J na voz, video a condizer: conspiração perfeita a proporcionar uma viagem hipnótica até aos territórios sombrios de Mr. Alex FX. Som bem alto, resolução de imagem e tamanho de ecrã máximos. Obrigado, grande Alex.

quarta-feira, outubro 05, 2016

Modernos da moda que dizem mal do Mexia e tal mas que depois aparecem na inauguração do MAAT para bebericar de flutes e aparecer nas fotos

Elena Ferrante? De quem eu gostava mesmo de descobrir a verdadeira identidade era do indivíduo que conseguiu convencer a Alexandra Solnado de que é Jesus.

terça-feira, outubro 04, 2016

Reunião de condomínio de Monica Bellucci























Ouvir aqui

Mete mais alto #482

THE NOSEBLEEDS - AIN'T BEEN TO NO MUSIC SCHOOL (1977)

A polémica à volta do desvendar da verdadeira identidade de Elena Ferrante também serviu para que quem nunca tinha sequer ouvido falar de Elena Ferrante venha agora opinar acerca da legitimidade - ou da falta dela - de tudo o que foi feito para desvendar a verdadeira identidade de Elena Ferrante.

É hoje às 21h00, na Fnac Colombo, a apresentação deste belo canhenho do Nelson Nunes. O Nelson achou por bem convidar-me a escrever o prefácio, e eu estava sob o efeito de 52 horas sem dormir e acabei por dizer que não e escrevê-lo à mesma. Apareçam e adquiram o livro, que o Nelson precisa dos sestércios para pagar aos advogados que têm de lidar com todas as acusações de stalking por parte dos entrevistados. Parabéns, Nelson, e não te esqueças: a seguir, cutelaria gaúcha.

segunda-feira, outubro 03, 2016

Não é mau - O regresso do recomeço


Ouvir aqui


Sábado, durante o muito elogiado e fotografado pôr-do-sol, esta senhora optou por voltar-lhe as costas, vê-lo através de uma espécie de ecrã, espelhado numa montra, esperançada talvez que ali, onde tudo é ao contrário, o dia nascesse em vez de acabar.

Foto © FHF