sexta-feira, setembro 30, 2016

Shah Rukh Khan, o actor que no mundo chega a mais público, está a filmar em Lisboa, e ainda não vi nenhum órgão de comunicação português a dar conta disso.

Mete mais alto #481

JFK vs NIXON vs TRUMP

terça-feira, setembro 27, 2016

domingo, setembro 25, 2016

Mete mais alto #480

COUNT BASIE - LIL' DARLIN'

quinta-feira, setembro 22, 2016

quarta-feira, setembro 21, 2016

Heavy Metal

Ontem vi o Batman & Robin do Joel Schumacher ao som do Blue Train do John Coltrane. O filme não deixou de ser uma palhaçada e o disco continuou genial. Moral da história: azeite e água não coiso.


Coitus interruptus

terça-feira, setembro 20, 2016

O pouco sofisticado vibra com o Alonso que se separou da Gisela na novela. O sofisticadíssimo titila com o divórcio de Jolie e Pitt. O azeite é o mesmo.

Deixei de usar a expressão "em águas de bacalhau". Agora só digo "nos Panama Papers".

O divórcio da Jolie é o novo Bellucci em Lisboa.

500 mil euros, 1 milhão... A malta dos offshores só não se está a rir porque nem dá por esta conversa toda.

segunda-feira, setembro 19, 2016

A curta-metragem GARATUJO está pronta!
Novidades em breve.

sábado, setembro 17, 2016

O texto que escreveu sobre o livro do arquitecto Saraiva é mais uma prova de que os pais do José Lemos Esteves são primos direitos.

quarta-feira, setembro 14, 2016

Muita gente perplexa com o facto de um dirigente da JSD estar na Casa dos Segredos. Qual é a novidade? Os jotinhas estão sempre isolados do que se passa cá fora.

A TRETA VIVE!

Começámos a escrever a Treta em - quê?, 98?, 99?, já nem sei bem - eu, o Eduardo Madeira e o Rui Cardoso Martins; a peça de teatro, a série de televisão, o programa de rádio, o filme, nova peça, com livros e dvd pelo meio. Hoje, o mundo mudou, mas a Treta é a mesma de sempre.
Nada se perde, tudo se transtorna, e eis que o ADN tretico se replica neste FILHO DA TRETA, com um Zezé revigorado depois de mês e meio atarrachado aos lençóis, um Júnior recém-desmontado da bicicleta (bem-vindo, António Machado), e um Toni sempre presente, não fosse ele um poeta da gravilha, um 'Jim Morriser' do asfalto, uma inspiração e referência agarrada ao peito.
Segunda-feira passada foi o ensaio solidário, o público gargalhofou a bom gargalhofar, e hoje dá-se a estreia que marca o início de mais um capítulo desta história que nunca mais acaba, porque a Treta é como as baratas e o Keith Richards.
Obrigado à Sónia Aragão pela dedicada encenação, à Sandra Faria e à Andreia Silva da Força de Produção pela irredutível vontade e carinho. Esta noite, FILHO DA TRETA sobe ao palco do Auditório dos Oceanos do Casino Lisboa, e a saga continua.

segunda-feira, setembro 12, 2016

Vejo muitos rebarbas com o excitex porque a Monica Bellucci comprou casa em Lisboa; mesmo assim, são menos que sportinguistas aos saltinhos porque o Cantona gosta do Sporting.

A Favola do Garatujo

A Favola da Medusa: terminámos, na segunda e terça-feira passadas, as gravações da banda sonora da curta-metragem de animação Garatujo, escrita por mim e realizada pelo Pedro Brito. 40 graus, ou mais, sem ar condicionado, a desafiar os limites de todos durante dois dias intensos. Não podíamos estar mais satisfeitos com o resultado final.
Da esquerda para a direita: Miguel Martins, eu, Mário Rua, Pedro Brito e Ana Isabel Dias.

A estreia é na próxima quarta-feira; hoje é o ensaio solidário, cuja receita reverte para a Terra dos Sonhos, para o qual não vos posso dizer "vinde" porque já está esgotado. É correr para garantir uma das próximas datas.
 

domingo, setembro 11, 2016

Parabéns, Nuno Lopes, mais do que merecido!

A ideia de que a arte se faz com o coração é redutora. A arte que mais me toca é feita com a tripa, com maus fígados.


A gaiola da Berta estava escancarada e a granada foi aproveitar os últimos cartuchos de Verão.
#AquiTãoLonge

sábado, setembro 10, 2016

O networking também serve para erguer uma pilha de poias fumegantes e ter gente a apregoá-la como obra-prima da arquitectura. O efeito palmadinhas-nas-costas. Mas quanto mais a pilha de poias fumega, mais o palmadismo-nas-costas é visível e risível. Esta foi uma semana pródiga nessa merda. E eu já não tenho cu. Atenção que isto são tudo termos técnicos.