quinta-feira, novembro 19, 2015

"Perdoar os terroristas é missão de Deus, enviá-los até Ele é missão minha." Sexista, racista, homofóbico, fanático religioso, invasor, larga um sound bite bom para os azeiteiros tatuarem no braço e os valentões de sofá mandarem imprimir na caneca de café, e, de repente, é o boss. Já estamos na lógica do mal menor, não é? Acontece quando nos sentimos encurralados, o medo e a ignorância escolhem sempre frases-feitas.


(já agora - detesto estragar os sonhos molhados de alguns, mas, ao que parece, o patrão russo nem sequer disse o que dizem que ele disse; a frase, mais coisa menos coisa, foi dita no "Man on Fire", inspirada, por sua vez, nesta)

Sem comentários: