segunda-feira, novembro 30, 2015

domingo, novembro 29, 2015

Amanhã começa!

NÃO É MAU na TSF.
Primeira emissão às 8h40

sexta-feira, novembro 27, 2015

quinta-feira, novembro 26, 2015

Invisibilidade, super-faro para averiguar da solidez das instituições bancárias, capacidade de falar com cagarras.

Larga o Tinder, Maçães.

E o que é que vai ser do Bruno Maçães? Ninguém se preocupa com isso, valhanossasenhora???

O governo de Costa já começou a falhar.

Enquanto tomavam posse, deviam ter cantado esta:

Ter Cavaco como presidente é pensar que, caso o Donald Trump vença as presidenciais americanas, os EUA nem vão ficar assim tão mal.

Horas e horas de solário para agora, vendo Costa tomar posse, Portas ficar mais branco do que a sua dentição hiper-branqueada.

Estou muito preocupado com o que vai acontecer agora ao CDS. Mas pronto, se o partido for ao fundo, o Portas sempre tem os submarinos.

O que me deixa contente nem é este governo tomar posse. É que o outro vá de carrinho. Montem-se todos na motoreta do Mota Soares e vade retro.

Alguém no Jornal de Negócios fumou cenas.

A excelência de conteúdos do Correio da Manhã.

terça-feira, novembro 24, 2015

Manifesto Não é Mau

http://www.tsf.pt/multimedia/video/tsf/interior/nao-e-mau-o-manifesto-4899756.html

A partir da próxima segunda-feira, 30 de Novembro:
NÃO É MAU, na TSF.
Eis o nosso Manifesto.

Cavaco analisar lista do governo faz tanto sentido como ter alguém à procura de iscas no menu de um restaurante vegan.

Pina, és oficialmente o maior.

segunda-feira, novembro 23, 2015

‎Há sempre tempo para mais nada‬
- sessões de leitura

com os mui estimados Mc Santiago, João Morales, José Anjos, Sandra Celas, Nuno Costa Santos e Paula Cortes.

Provavelmente, o segundo maior pianista do mundo

(o primeiro é o Miguel Martins)

A seguir a estabilidade financeira, Cavaco vai exigir a Costa que impossibilite o envio de convites para jogar Candy Crush Saga e Mafia Wars 2.

Cavaco vê a Mariana Mortágua na TVI e pergunta-se em que episódio é que aquela moça começou a entrar nos Morangos com Açúcar.

A seguir a estabilidade financeira, Cavaco vai exigir a Costa que garanta chuva de gomas de banana, nuvens de algodão doce, e a cura para o pé de atleta.

domingo, novembro 22, 2015

sábado, novembro 21, 2015

Há um ano, Sócrates era detido. Desde então, muito evoluiu o process-- ai, não, espera.

Esta mensagem devia aparecer antes dos noticiários televisivos.

Houve uma altura em que o pão fatiado vinha mesmo fatiado.
#problemasdoprimeiromundo

Crónica minha na revista Somos Livros.
Aproveito para esclarecer: não sigo o desacordo ortográfico, e só agora vi que, no meu texto, aparecem aberrações como "infrator" e "inseto". Parece ser política da revista seguir o desacordo e esqueceram-se de me avisar - teria, obviamente, recusado. Fica a nota.

sexta-feira, novembro 20, 2015

Gosto dos fins de semana, porque me esperam dois dias de trabalho, em vez de cinco. Sempre dá para descansar.

ICH BIN STARDUST

Tenho o projecto de começar uma startup para acabar com startups.
Sharks, me aguardem.

Middle East Crisis for Dummies

Sinto-me muito agradecido por ter escapado de ser o Malato, em virtude de não ter nascido o Malato.

Acabo de escapar da explosão de uma supernova porque estou a 17000 anos-luz de distância. Incha, Malato!

A TV Guia fez capa disto: Malato escapou aos atentados de Paris. E escapou como? Porque não estava em Paris.
Identifico-me com isto. Também escapei do asteróide que extinguiu os dinossauros porque eu não era nascido naquela altura.

100 Years

Escrito e interpretado por John Malkovitch, realizado por Robert Rodriguez, o filme que nenhum de nós verá.
#‎NotComingSoon‬

REFUGEES IN
Pussy Riot @ Dismaland

quinta-feira, novembro 19, 2015

"Perdoar os terroristas é missão de Deus, enviá-los até Ele é missão minha." Sexista, racista, homofóbico, fanático religioso, invasor, larga um sound bite bom para os azeiteiros tatuarem no braço e os valentões de sofá mandarem imprimir na caneca de café, e, de repente, é o boss. Já estamos na lógica do mal menor, não é? Acontece quando nos sentimos encurralados, o medo e a ignorância escolhem sempre frases-feitas.


(já agora - detesto estragar os sonhos molhados de alguns, mas, ao que parece, o patrão russo nem sequer disse o que dizem que ele disse; a frase, mais coisa menos coisa, foi dita no "Man on Fire", inspirada, por sua vez, nesta)

quarta-feira, novembro 18, 2015

Não posso crer. Parece impossível. Desta é que eu não estava à espera. É que nem parece deles. Nunca me passou pela cabeça. Minh'alma está parva. Se não visse, não acreditava. Estava longe de pensar numa coisa destas. Que surpresa.
E tal.

O presidente de todos os bancos enquanto musa, inspirou-me este haiku de métrica irrepreensível; bastou praticamente citá-lo, só acrescentei um "bem":

banana maior
e bem mais saborosa
- cavaco silva

terça-feira, novembro 17, 2015

Capa do Charlie Hebdo

Hoje arranca a fase III (mas podia chamar-lhe a IV) de uma coisa que eu não posso dizer o que é mas sobre a qual estou a fazer o teasing possível. O timing deste arranque é assombrosamente adequado.

segunda-feira, novembro 16, 2015

domingo, novembro 15, 2015

Existe um porquê para a expressão "não há palavras", porque muito do que se tem dito e escrito a seguir ao que se passou em Paris na sexta-feira prova que na maior parte dos casos mais valia estarem calados.

sábado, novembro 14, 2015

sexta-feira, novembro 13, 2015

Vejo muita gente baralhada acerca da legitimidade do acordo da esquerda para viabilizar governo. Permitam-me esclarecer: tem a ver com uma coisa nova que inventaram agora. Não sei pormenores: se funciona a electricidade ou a energia solar. Se vem com sabor a chocolate, laranja ou menta; se tem bifidus activus ou L casei imunitas. Não faço ideia se é forrado a couro, se contém glúten, ou se tem acabamentos em verniz. Sei que tem um nome curioso e era giro que a moda pegasse. Diz que se chama Democracia.

sexta-feira, novembro 06, 2015

quarta-feira, novembro 04, 2015

Cada vez que me disserem que Portugal deu novos mundos ao mundo, farei questão de lembrar que também deu Calvão da Silva. Equilíbrio cósmico, e tal.






















Quero aqui desejar bom dia e mandar à merda todos aqueles que já começaram a estrebuchar por talvez os refugiados presentes em Portugal não irem pagar taxas moderadoras. Não sejam pequeninos.

segunda-feira, novembro 02, 2015

Não digam mal da Jonet, ela só quer que o pessoal coma menos carnes vermelhas, preocupa-se com a saúde do peeps.