quarta-feira, dezembro 10, 2014

Espantado não será a palavra, pois que já me habituei à choldrice, mas deu-se-me um princípio de abananamento ao ler tanto post de palminhas a Ricardo Salgado pela atitude pesporrente com que se apresentou ontem à comissão parlamentar de inquérito ao ‪‎BES‬, uma admiração típica da pobreza de espírito do pior que há no portuguesinho que se desmultiplica em genuflexões perante os doutores e engenheiros da gravata, altivos e inimputáveis, a quem se oferece um presunto lá da terra em vésperas do Natal. É triste.

Sem comentários: