segunda-feira, novembro 24, 2014

A meta-linguagem não vai muito para além disto.

Escrevi um texto em que o Luís Franco-Bastos faz de si mesmo a fazer de Sócrates. Pagode a 5 dimensões, só possível porque o Luís é um X-Man e tem uma mutação que o permite mudar de personalidade à velocidade da luz.

Sem comentários: