terça-feira, julho 15, 2014

Isto do turismo de guerra, em que se assiste recostado enquanto zonas e vidas são arrasadas, ainda vai fazer com que se vendam pipocas à frente das delegações do BES.

Sem comentários: