sexta-feira, maio 16, 2014

O texto de Domingos Amaral acerca do beijo entre Carriço e Rakitic, para além de ressabiado e homofóbico, é a coisa mais paneleira que eu já li. Não o partilho aqui porque isso era facilitar-lhe a vida quando fosse ao Trumps. Ele que se esforce para engatar, como os demais.

Sem comentários: