sexta-feira, janeiro 10, 2014

Sophia de Mello Breyner no Goldman Sachs e José Luís Arnaut no Panteão. Ou vice-versa, já estou baralhado.

Sem comentários: