quarta-feira, fevereiro 29, 2012

Protestos estudantis em Barcelona contra os cortes na educação. Estive a verificar e nenhum dos cartazes tem erros ortográficos.

Fotos aqui

Chorei a ver este trailer


Update, 18h15 - Descobri que se vir isto três vezes seguidas tenho um orgasmo.

O PR acordou agora

Cavaco Silva considera que "é impossível impôr mais austeridade" aos "novos pobres"

Troféus de Televisão TV 7 Dias

Este ano, estou a competir comigo mesmo, uma vez que, para além do Café Central, o Estado de Graça, programa para o qual escrevo sketches e musiquetas., também está nomeado na categoria de humor. Em achando que qualquer um destes programas, ou ambos, são merecedores do voto, é votar, criançada.

Os prémios SPA


Na segunda-feira, acabei por não ir à gala da SPA porque não arranjei um vestido com uma racha igual ao que a Angelina Jolie levou para os Óscares.

Episódio de ontem - Óscares, Hospitais sem crédito para compra de medicamentos, Paul Krugman em Portugal


Click no Bejecas para ver.


Não esquecer - estamos nomeados para os Troféus de Televisão TV 7 Dias; em achando que a pandilha do Café Central merece, é votar aqui.

domingo, fevereiro 26, 2012

Hugo e o Artista


Disse o Miguel Gomes, enquanto aceitava em Berlim o Prémio da Crítica pelo seu Tabu (que ainda não tive oportunidade de ver), que o cinema não precisa de homenagens. E assim é, quer parecer-me, com excepção de alguns críticos da Sétima Arte, que precisam. E muito. Há uma ânsia de colocar o epíteto de "homenagem ao cinema" a todo o filme que tenha como contexto o próprio, e/ou que se revista de pastiches de velhos clássicos. Filmes como A Invenção de Hugo, ou O Artista, têm como valor adicional, para este tipo de críticos, o facto de lhes dar a oportunidade de exibirem os seus conhecimentos cinematográficos, o seu olho para detectar as piscadelas do mesmo que o autor deu a obras maiores, seminais.

Só isso explica o frenesim à volta d'A Invenção de Hugo, filme supimpíssimo (termo técnico), sem dúvida, repleto de bons momentos, muito bem filmado, mas que, para além dos valores acima referidos, mais uma excelente utilização do 3D, pouco mais conteúdo tem para merecer uma genuflexão. O grande valor deste filme de Martin Scorsese, para mim, é conter a melhor representação da ponte entre a Magia e o Cinema desde The Prestige - O Terceiro Passo, de Christopher Nolan (e, reparem - apesar de não ser um crítico de cinema, também estou a aproveitar para debitar umas referências vindas do baú dos meus parcos conhecimentos; A Invenção de Hugo provoca este efeito). Mas mesmo essa esbarra, por comparação, com a sequência inicial d'O Artista, que imediatamente me levou a desejar voltar aos tempos em que, numa sala de cinema, a orquestra que fazia a banda sonora do filme não era a de telemóveis, conversetas e pipoquedo. Hoje em dia, sessão que não tenha esta música de parvoíce e milho a acompanhá-la, só acontece por magia.
A Invenção de Hugo é um óptimo filme, com tanto de óbvio como de surpreendente, mas nunca, mesmo com a belíssima interpretação de Ben Kingsley, atinge um patamar emocional comparável ao de O Artista. Cada cena do filme de Michel Hazanavicius é uma deliciosa cataplana de ideias frescas do que o cinema foi, é, e poderá vir a ser, profundamente emocional, inteligente e apenas ingénuo à superfície. A interpretação de Jean Dujardin é arrebatadora desde o primeiro instante e, apesar de retratar uma estrela do cinema mudo, este actor é de tal maneira multifacetado que oferece, a cada frame, inúmeras dimensões ao seu personagem, muito para além da terceira.

O optimista acha que se O Artista ganhar o óscar para melhor filme, o mundo vai ganhar um pouco mais do glamour inocente do cinema mudo. O pessimista pensa que, ganhe quem ganhar, amanhã o desemprego vai continuar a aumentar. O oportunista vai aproveitar o facto de jornais, noticiários, blogs e páginas de twitter e facebook estarem cheios com o rescaldo da noite no Kodak Theatre para implementar mais umas medidas de austeridade e/ou vender mais património, assim pela calada.

sexta-feira, fevereiro 24, 2012

Apresentação da Antologia de Ficção Científica Fantasporto

A apresentação da Antologia de Ficção Científica do Fantasporto é amanhã às 17h. Infelizmente, não vou poder estar presente, uma vez que há cinco anos, por razões várias, viajei até ao dia 25 de Fevereiro de 2012, e estive nessa altura exactamente no Porto. Portanto, para evitar cruzar-me com o meu outro eu de há cinco anos, anomalia passível de provocar um cataclismo cósmico que poderia muito bem corresponder ao badalado fim do mundo previsto para este ano pelos Maias, é aconselhável que o meu eu actual não esteja presente. Se por acaso se cruzarem com o meu eu de há cinco anos, não lhe falem da antologia: Historicamente, eu só tive conhecimento dela há uns meses, quando o Rogerio Ribeiro amavelmente me convidou a escrever um conto para este livro; por isso, para não causar perturbações no fluxo temporal, de repercussões imprevisíveis, deixem o meu eu passado na ignorância da sua futura / minha presente participação. Leiam aqui a entrevista do Rogério a propósito da antologia. E amanhã, não deixem de aparecer na sessão e de adquirir um exemplar, é um livro recheado de belíssimos contos.

Ana Salazar caiu da cadeira.

quinta-feira, fevereiro 23, 2012

segunda-feira, fevereiro 20, 2012

Kurt

Cobain faria hoje 45 anos, se não tivesse enfiado uma cartuchada valente nos miolos, privando-nos de mais das suas musiquetas e atirando o Grohl para aquela coisa que dá pelo nome de Foo Fighters, que até já teve a sua piada, mas agora é extremamente bimba.

sábado, fevereiro 18, 2012

The Mammoth Book of Werewolves


Vou a mais de meio e ainda não apanhei nenhum conto que assuste tanto quanto os noticiários. Seja como for, o conto de Scott Bradfield, "The Dream of the Wolf", não sendo exactamente uma história de lobisomens, é a melhor história de lobisomens que lá li.

Terminei mais um quadro.

sexta-feira, fevereiro 17, 2012

Diz que já está à venda


Visitem aqui o blog do Rogerio Ribeiro e vejam a lista completa de autores e contos que figuram no livro. Em breve debitarei algumas linhas acerca do conto que escrevi para esta antologia. E não se esqueçam - a apresentação é dia 25 no Fantasporto.

Elementar, meu caro Liedson

Alguém mais acha que não pode ser apenas coincidência os tipos de Shaolin Kung Fu virem a Portugal na mesma altura em que Sá Pinto vai treinar o Sporting?


Lembrei-me de fazer isto por causa do que se passou ontem.

Dia 23


(click na imagem para aumentar)

Tremoço 3

O episódio exclusivo para web de hoje é sobre os Grammys.

O episódio de ontem


O Águas transportou no táxi um membro da troika.

quinta-feira, fevereiro 16, 2012

quarta-feira, fevereiro 15, 2012

Sá Pinto é uma espécie de Braveheart

"A partir de agora todos os jogos serão os da nossa vida”, diz Sá Pinto.

Excerto

da minha crónica A Culpa de Gutenberg para o número de Março da OML:

"Conte a toda a gente o final de livros que leu e não gostou, para impedir que tenham mais leitores."

O Café Central de ontem:


Sporting, Dia dos Namorados, Grammys - clickem na imagem para ver.

E não percam, daqui a pouco, antes do Jornal da 2, o episódio de hoje, com mais uma novidade...!

Acabadinho de ser posto online,

o trailer internacional do novo filme do Homem-Aranha. Boto grande fé nisto!

segunda-feira, fevereiro 13, 2012

Hein?


Não percebo. O Sporting quer evitar mais porrada e vai chamar o Sá Pinto?

domingo, fevereiro 12, 2012

O Sporting é a Grécia dos clubes nacionais.

A carga pronta e metida nos contentores

Um casal de idosos vive num contentor. O governo também podia pôr os jovens num contentor, seria mais fácil mandá-los para o estrangeiro.

Ao ver o que se passa na Grécia, Passos Coelho devia dar graças aos céus por em Portugal sermos piegas.

Por mais explosiva que tenha sido a estreia ontem de Arménio Carlos, não chega aos calcanhares do que se passa em Atenas.

A Whitney Houston morreu.

Onde é que esrava o Guarda-Costas quando era preciso?

sexta-feira, fevereiro 10, 2012

Tudo prá esquadra

Sindicato da polícia grega ameaça emitir mandados de detenção contra membros da UE e FMI.

Major Jaime Eduardo de Cook e Alvega


Uma review recente e bem simpática de uma série que escrevi com o Pina em finais dos anos 90.

Tremoço 2

Café Central - o episódio exclusivo para web de hoje.

O Café Central de ontem:


Sporting, Merkel vs Alberto João, e pieguices.

George Haslam com A Favola da Medusa


Confirma-se: o grandioso George Haslam irá tocar connosco, A Favola da Medusa, nos próximos dias 2 e 3, no BC (Cais do Sodré) e no Teatro A Barraca (Santos), respectivamente. Serão dois concertos épicos que resultarão num disco a ser editado simultaneamente em Portugal e no Reino Unido. Mais novidades em breve, mas, para já, apontem nas vossas agendas e certifiquem-se de que estão presentes.

sábado, fevereiro 04, 2012

Fade

Acabadinho de sair do forno, o video que realizei para FADE, música resultante de uma colaboração entre Dreams (Portugal) e Sleepwalk Circus (Filipinas), incluída na segunda edição do T(h)ree do David Valentim, CD a ser lançado em breve. O actor é Eduardo Guerra Frazão e a produção é da Joana Moura. Resolução no máximo, full screen, e som bem alto.

"...but the final, indispensable, healing change had never happened, until this moment."

GEORGE ORWELL

sexta-feira, fevereiro 03, 2012

Tremoço


A partir de hoje, e todas as sextas-feiras, temos aquilo a que eu chamo um 'tremoço': 30 segundos de Café Central exclusivos para web. Vejam aqui.

quinta-feira, fevereiro 02, 2012

"Preferem a quinta-feira ao infinito."

Advertência, um poema de Wislawa Szymborska que, de tempos a tempos, teimo em divulgar.


Wislawa Szymborska morreu ontem. Preferiu o infinito à quinta-feira.

Wislawa Szymborska (1923-2012)



VIETNAMITA

Mulher, como te chamas? Não sei.
Quando nasceste, tua origem? Não sei.
Por que cavaste um buraco na terra? Não sei.
Há quanto tempo estás aqui escondida? Não sei.
Por que mordeste o meu anelar? Não sei.
Sabes, não te faremos mal nenhum. Não sei.
De que lado estás? Não sei.
É tempo de guerra, tens de escolher. Não sei.
Existe ainda a tua aldeia? Não sei.
E estas crianças, são tuas? Sim.


Wislawa Szymborska, Prémio Nobel da Literatura, morreu ontem.


(um muito obrigado à Rita Ferro por me ter dado a conhecer este poema)

Capa da edição brasileira

A Antologia de FC Fantasporto também vai ser publicada no Brasil.

quarta-feira, fevereiro 01, 2012

Eis a capa

da Antologia de Ficção Científica Fantasporto 2012. Apresentação dia 25 de Fevereiro no Fantas. Inclui um conto meu, "O Festival".

Mr. Haslam

Tive oportunidade de conhecer este enorme senhor do free jazz, George Haslam, há uns anos, pela mão do Miguel Martins. Convidei-o para improvisar sobre imagens do filme que fiz com o Bruno Canas, "Azul a Cores", convite que aceitou de imediato com a generosidade que caracteriza os grandes mestres. Agora há a possibilidade d'A Favola da Medusa, trio mutável constituído pela Ana Isabel Dias, o Miguel Martins e eu próprio, acompanhá-lo numa actuação em solo português. Assim que tiver novidades, aviso.