sexta-feira, outubro 29, 2010

quinta-feira, outubro 28, 2010

Dia Mundial da Animação #13


1995. The Life of Larry. Assim uma espécie de primeiro piloto de sempre do Family Guy.

Dia Mundial da Animação #12


Larry & Steve: Family Guy antes de Family Guy.

Dia Mundial da Animação #10 & #11


E este é o episódio piloto da nova série, rejeitada pelo Cartoon Network vá-se lá saber porquê:

Dia Mundial da Animação #9

Dia Mundial da Animação #8

Dia Mundial da Animação #7

Dia Mundial da Animação #6

Dia Mundial da Animação #5

Hoje é Dia Mundial da Animação #4

Hoje é Dia Mundial da Animação #3

Hoje é Dia Mundial da Animação #2

Hoje é Dia Mundial da Animação #1

quarta-feira, outubro 27, 2010

Tron + Daft Punk = Total Awesomeness!


Este filme tem tudo para dar certo.

TRON: Legacy - trailer aqui (um deles: procurem que há mais)

Gardyn


Um dos 25 videos seleccionados para o YouTube Play.

terça-feira, outubro 26, 2010

Imagens exclusivas das negociações entre Governo e PSD para viabilizar o Orçamento de Estado 2011


Aquele Coelho que não pára é o Pedro Passos.

And going, and going, and going...


Aprovar este Orçamento é mais demorado do que eleger um novo Papa. Governo e PSD deviam usar o dispositivo do fumo negro / fumo branco.

Words


Um dos 25 videos seleccionados para o YouTube Play.

segunda-feira, outubro 25, 2010

Homo Modernus, Tractatus Philosophicus


Um dos 25 videos seleccionados para o YouTube Play.

sexta-feira, outubro 22, 2010

Steve Seeley


my god, it's good to see you

As crianças andam angustiadas.

Como é que o Pedro Granger estará a reagir a esta notícia do IVA do leite com chocolate ir upa-upa?

Realidade Diminuída

Fantástico.
Agora imaginem que era possível fazer isto a pessoas mas sem ser em video.
Era Realidade Diminuída com Aumento da Qualidade de Vida.

Nãããããããã...


Leite com chocolate vai subir de preço

Isto é razão mais do que suficiente para uma revolução.

...ãããããããão!!!

‎"Garanta o seu emprego que eu garanto minha dignidade."

quinta-feira, outubro 21, 2010

Mete mais alto #96


FUNÇÃO PÚBLICA
Hino da 'Função Publica' para 2010 realizado por funcionários do Departamento Técnico de Planeamento e Urbanismo da Câmara Municipal de Portimão.
Dizem eles: "Vamos fazer desta canção um Hino Nacional".

Isto. É. A. Coisa. Mais. (quando descobrir o quê, insiro aqui). Que. Eu. Já. Vi. E. Ouvi. Em. Toda. A. Minha. Vida.

Spoke


Este trabalho, de Steve Bialik, e outros em www.spokeart.net

beyond kawaii


Exposição de 21 Outubro a 5 Novembro
De Terça a Domingo, entre as 10h e as 18h
Palácio de Quintela
Rua do Alecrim, 70
Lisboa

Mais info aqui

A sério? Então e o site do Carlos Cruz?

A Internet é pouco perigosa para as crianças portuguesas

Estava maldisposto mas depois vi este filme


Estreia hoje Despicable Me, Gru - o Maldisposto, na versão portuguesa. Tive oportunidade de vê-lo há alguns meses, quando estava na Grande Maçã, e que pagode foi. Li não me lembro onde que os estúdios da Universal estão a tentar com demasiado empenho aproximar-se da 'fórmula Pixar'. Não percebi o comentário na altura nem o percebo agora.

Se isso quer dizer que Despicable Me opta pelo universo fechado, com poucas ou nenhumas referências à actualidade (mesmo que passado no nosso universo, por assim dizer, ou, pelo menos, em um muito semelhante), em vez de enveredar pela 'fórmula Dreamworks' (zénite atingido com a saga Shrek, onde pululam referências e personagens da cultura pop dita real), então talvez o comentário tivesse alguma razão de ser.

Se.

Se isso não significasse reconhecer à Pixar o exclusivo desse tom, coisa que me parece um exagero. É verdade que as equipas da Pixar dominam melhor do que ninguém esse registo, mas não será por isso que outros estúdios estarão impedidos de experimentá-lo.

E que continuem a fazê-lo, se o resultado for do calibre de Despicable Me: doses equilibradíssimas de comédia, acção, e aqueles momentos 'oooh' de entermecimento que ganham um sabor especial por serem provocados por um protagonista que se pretende o vilão da história.

O 3D também não desilude. Numa altura em que impera a quase obrigatoriedade do 3D em tudo o que é filme, mais ainda na animação, e onde - à mercê dessa imposição comercial - surgem verdadeiras aberrações como The Last Airbender, onde não se percebe para que é que se deram ao trabalho de tentar puxar aquilo para a terceira dimensão (aliás, no caso de Airbender, nem se percebe o atrevimento de exibir aquilo, de tão mau que é), é refrescante ver um filme onde o dispositivo é usado, se não de forma virtuosa, pelo menos muito competente e com bom gosto.

Não tive ainda oportunidade de assistir à versão portuguesa, pois que falhei imbecilicamente a sessão especial do passado fim de semana no Centro Cultural de Belém. No entanto, pelo que vi dos trailers, as interpretações de Nicolau Breyner e David Fonseca parecem estar mais do que à altura das de Steve Carell e Jason Segel.

Nota máxima para os Mínimos.
E a casa do Vector... eu quero uma igual. Tipo, já.

Pessoa do dia ® #10

ACORDAR

Acordar da cidade de Lisboa, mais tarde do que as outras,
Acordar da Rua do Ouro,
Acordar do Rocio, às portas dos cafés,
Acordar
E no meio de tudo a gare, que nunca dorme,
Como um coração que tem que pulsar através da vigília e do sono.

Toda a manhã que raia, raia sempre no mesmo lugar,
Não há manhãs sobre cidades, ou manhãs sobre o campo.
À hora em que o dia raia, em que a luz estremece a erguer-se
Todos os lugares são o mesmo lugar, todas as terras são a mesma,
E é eterna e de todos os lugares a frescura que sobe por tudo.

Uma espiritualidade feita com a nossa própria carne,
Um alívio de viver de que o nosso corpo partilha,
Um entusiasmo por o dia que vai vir, uma alegria por o que pode acontecer de bom,
São os sentimentos que nascem de estar olhando para a madrugada,
Seja ela a leve senhora dos cumes dos montes,
Seja ela a invasora lenta das ruas das cidades que vão leste-oeste,
Seja

A mulher que chora baixinho
Entre o ruído da multidão em vivas...
O vendedor de ruas, que tem um pregão esquisito,
Cheio de individualidade para quem repara...
O arcanjo isolado, escultura numa catedral,
Siringe fugindo aos braços estendidos de Pã,
Tudo isto tende para o mesmo centro,
Busca encontrar-se e fundir-se
Na minha alma.

Eu adoro todas as coisas
E o meu coração é um albergue aberto toda a noite.
Tenho pela vida um interesse ávido
Que busca compreendê-la sentindo-a muito.
Amo tudo, animo tudo, empresto humanidade a tudo,
Aos homens e às pedras, às almas e às máquinas,
Para aumentar com isso a minha personalidade.

Pertenço a tudo para pertencer cada vez mais a mim próprio
E a minha ambição era trazer o universo ao colo
Como uma criança a quem a ama beija.
Eu amo todas as coisas, umas mais do que as outras,
Não nenhuma mais do que outra, mas sempre mais as que estou vendo
Do que as que vi ou verei.
Nada para mim é tão belo como o movimento e as sensações.
A vida é uma grande feira e tudo são barracas e saltimbancos.
Penso nisto, enterneço-me mas não sossego nunca.

Dá-me lírios, lírios
E rosas também.
Dá-me rosas, rosas,
E lírios também,
Crisântemos, dálias,
Violetas, e os girassóis
Acima de todas as flores...

Deita-me as mancheias,
Por cima da alma,
Dá-me rosas, rosas,
E lírios também...

Meu coração chora
Na sombra dos parques,
Não tem quem o console
Verdadeiramente,
Exceto a própria sombra dos parques
Entrando-me na alma,
Através do pranto.
Dá-me rosas, rosas,
E lírios também...

Minha dor é velha
Como um frasco de essência cheio de pó.
Minha dor é inútil
Como uma gaiola numa terra onde não há aves,
E minha dor é silenciosa e triste
Como a parte da praia onde o mar não chega.
Chego às janelas
Dos palácios arruinados
E cismo de dentro para fora
Para me consolar do presente.
Dá-me rosas, rosas,
E lírios também...

Mas por mais rosas e lírios que me dês,
Eu nunca acharei que a vida é bastante.
Faltar-me-á sempre qualquer coisa,
Sobrar-me-á sempre de que desejar,
Como um palco deserto.

Por isso, não te importes com o que eu penso,
E muito embora o que eu te peça
Te pareça que não quer dizer nada,
Minha pobre criança tísica,
Dá-me das tuas rosas e dos teus lírios,
Dá-me rosas, rosas,
E lírios também...

FERNANDO PESSOA

Four Lions


Diz que é tipo Spinal Tap mas com terroristas.

visão que cega
nome que queima’a boca
voz que ench’o céu

segunda-feira, outubro 18, 2010

sexta-feira, outubro 15, 2010

Hoje


É já esta noite a segunda edição das Poetry Slam Nights, a partir das 23h no MusicBox Lisboa. E à 1h é altura do ensemble Poésie & Lingerie - Carla Bolito, Inês Jacques e Cláudia Efe - subir ao palco. Há melhor programa para uma sexta à noite? Não há.

quarta-feira, outubro 13, 2010

Se nenhum dos mineiros sair dali com um andar novo, é porque isto é tudo falso.








(transmissão em directo do resgate dos mineiros chilenos)

Mete mais alto #94


The Chemical Brothers
"Escape Velocity"
Further
2010

Video editado por Abrann Zdar. Genial até aparecer o luzinhas.

segunda-feira, outubro 11, 2010

Macário Correia


O segundo video disponível da actuação d'A Favola da Medusa no passado dia 24.

Banksy does The Simpsons


Banksy faz genérico dos Simpsons em que mão-de-obra asiática explorada até à exaustão produz merchandising da série para engordar os cofres da Fox, genérico esse que gera um hype e vai contribuir muito para engordar os cofres da Fox através da venda de mais merchandising confeccionado por mão-de-obra asiática explorada até à exaustão. O mundo está muito bem organizado.

quarta-feira, outubro 06, 2010

Mete mais alto #93


Hindi Zahra
"Beautiful Tango"
Hindi Zahra EP
2009

terça-feira, outubro 05, 2010

Hoje

às 21h na RTP1, o segundo e último episódio de "República", escrito pelos meus comparsas Rui Cardoso Martins e Nuno Duarte. Não percam.

segunda-feira, outubro 04, 2010

L'Amant Brulée


O primeiro video disponível da actuação d'A Favola da Medusa no passado dia 24.

sexta-feira, outubro 01, 2010

Flash noticioso à base de literatura

Apesar de ter sido adaptado por João Botelho, o Livro do Desassossego não foi co-escrito por Leonor Pinhão.