quinta-feira, dezembro 31, 2009

Mete mais alto #80

The Walkmen
"In The New Year"
You & Me
2008

terça-feira, dezembro 29, 2009

Mete mais alto #79


Slipknot
"Vermilion, Pt.2"

sábado, dezembro 26, 2009

quinta-feira, dezembro 24, 2009

"All my life I've waited to be a gimmick. The transformation of man into merchandising. Spirit into toy! When will he realize that being fantastic is a superpower in itself?"

- Superbat escrito por Grant Morrison, Final Crisis #2

Coisas giras para dizer hoje à petizada

Garantia de consoada animada é dizer às crianças que o pai natal apanhou gripe A e por isso este ano não há presentes. É bom para todos: para a criançada, que assim continua a acreditar no velho barbaças - e isso é fofo; bom para os pais, que escusam assim de confessar aos filhos que a ausência de embrulhos debaixo do pinheiro seco se deve a estarem desempregados, carregados de dívidas ao banco e ao fisco pelo lombo abaixo, ao ponto de se calhar serem despejados antes ainda do fim do ano. E é bom para nós, que cumprimos o nosso quinhão de boas acções natalícias e a bacalhonga até sabe melhor.

Ilustração: Superman's Christmas Adventure (1940); a capa deste one-shot é de Fred Ray, mas do autor dos desenhos da história não encontro referência.

Faisal


O Abel Xavier é esperto como a raposa que parece ter na cabeça. Escolheu o natal para se converter ao islamismo. Oferecer presentes, 'tá quieto.

terça-feira, dezembro 22, 2009

Mete mais alto #78

The Smashing Pumpkins
"Cherub Rock"
Siamese Dream
1993

Saudades de quando havia alma e raiva deste calibre. Bandinhas tipo 30 seconds to fuck you que abundam hoje são uma bela merda.

sábado, dezembro 19, 2009

もののけ姫 - 久石譲コンサート2006 (*)


Joe Hisaishi e o tema de Princesa Mononoke (Mononoke-hime) que vou rever enquanto faço de conta que o mundo lá fora acabou.

(*) Um título com caracteres japoneses é sempre melhor que um título sem caracteres japoneses

sexta-feira, dezembro 18, 2009

Mete mais alto #77


Tool
"Vicarious"
10,000 Days (2006)
Video: Adam Jones & Alex Grey + Chet Zar (2007)

quinta-feira, dezembro 17, 2009

Mete mais alto #76


Tori Amos
"Little Earthquakes"
@ The Concert for RAINN, 1997.

Alguém sabe se o sismo desta noite repete na RTP Memória? É que eu não senti nada.

quarta-feira, dezembro 16, 2009

Quero tanto ver isto que até se me encaracolam os pilantros da nuca!

Alice in Wonderland - depois dos teasers, finalmente o primeiro trailer! Fresquinho, acabou de sair.

terça-feira, dezembro 15, 2009

Dentes de Berlusconi vendidos como afrodisíaco

Os dois dentes de Sílvio Berlusconi, partidos no dia 13 em resultado da agressão de que foi vítima o primeiro-ministro italiano, estão à venda no eBay. Segundo o descritivo dos responsáveis pelo leilão, os dentes podem ser usados num fio ao peito para atrair o sexo oposto, ou moídos para fazer um afrodisíaco cem vezes mais potente que o pó de chifre de rinoceronte.

O próximo engate de Berlusconi é a Fada dos Dentes.


sexta-feira, dezembro 11, 2009

Curiua-Catu

Ontem em Brasília, os senadores brasileiros finalmente deram sinais de querer reavivar a memória, com uma série de iniciativas onde se procura celebrar e divulgar a subida do rio Amazonas por Pedro Teixeira, navegador natural de Cantanhede, numa viagem épica que nos esforçámos por recriar em 2002.

Floresta amazónica. Nas margens do rio Iriri, fomos acolhidos pelos Ugurogmo, índios que nos receberam com a curiosidade de quem tinha tido o primeiro e único contacto com outros que não os da sua tribo há apenas dezasseis anos. Sentimento recíproco, visto que para mim, e para toda a equipa de rodagem, era a primeira vez que estávamos, por assim dizer, dentro de um documentário do National Geographic. Nada mais lógico: afinal, estávamos a rodar um; não para o NG, mas para a TV Cultura, co-produtora do docudrama Curiua-Catu - A Grande Expedição de Pedro Teixeira, em que procurámos então contar a aventura desse herói esquecido, ausente dos livros de História e dos manuais escolares.

Passámos lá mais de um mês. Dei conta, tanto quanto possível, do forte impacto que a viagem teve para todos nós que lá estivemos, num relato para o programa A História Devida, relato esse que depois publiquei aqui. Uma das coisas que observei, e que tenho constatado de forma sistemática a cada trabalho que me leva a pesquisar mais fundo na História da Amazónia, foi o carácter fantasioso indissociável da História da época. Se é verdade que o Lendário anda muitas vezes de mãos dadas com a História estejamos nós em que parte do mundo estivermos (“A História é uma fábula sobre a qual se chegou a um acordo”, escreveu Voltaire), no Brasil - e no Pará e Amazónia em particular - Lenda e Facto andam ao colo um do outro.

A subida do rio Amazonas por Pedro Teixeira (o 'homem branco bom e amigo', ou Curiua-Catu, como era conhecido pelos índios Tupinambá) e que teve como consequência última a conquista para a Coroa Portuguesa de qualquer coisa como 62% da floresta amazónica, é recheada de narrativas fantásticas, próprias do imaginário índio e caboclo. O que verificámos durante a rodagem de Curiua-Catu é que Pedro Teixeira estava ausente dos manuais de História, sem o merecido lugar de destaque pelo impacto da sua expedição, mas vivia nas narrativas e no folclore da região, ao lado do Boto, a Iara e demais Encantarias, seres míticos que habitam as profundezas do Amazonas.

Tenho grande curiosidade em ver que tipo de actividades, programas ou publicações virão em consequência das homenagens previstas a Pedro Teixeira, e de que maneira será abordada a sua façanha. Limitar o acontecimento às repercussões territoriais é converter para preto-e-branco uma narrativa colorida pelo Lendário, parte integrante da visão e leitura que no Pará e na Amazónia se tem e faz do mundo. É tão forte esta convicção que o nosso docudrama não descurou o carácter mítico que envolve grande parte do relato da expedição: antes o sublimou, numa tentativa de passar a sensação de maravilhamento que se tem ao navegar pelo Amazonas e ao contactar com as tribos indígenas; mais ainda no século XVI, em que aquele Mundo era ainda mais Novo, estranho, sobrenatural, e os métodos para entendê-lo e decifrá-lo, neste primeiro contacto, nem sempre se pautavam pela lógica ou pela ciência, mercê da ausência de referências quer dos europeus, quer dos índios. Fico contente ao perceber que este navegador terá, ao que tudo indica, o destaque que lhe é há muito devido por Portugal e pelo Brasil, e mais contente ficarei se, nesta nova viagem que faz agora no conhecimento de todos aqueles que nunca antes tinham tido contacto com este personagem (se tivessem visto o nosso doc já não eram apanhados de surpresa), Pedro Teixeira continuar a navegar acompanhado pelas Encantarias.

Curiua-Catu - A Grande Expedição de Pedro Teixeira foi exibido por diversas vezes na TV Cultura, Brasil, e por cá passou há uns anos na SIC Notícias. O primeiro minuto e meio desta reportagem que dá conta do projecto-lei em curso no Congresso Federal, e que propõe a inclusão do nome de Pedro Teixeira no Panteão dos Heróis Nacionais e nos manuais escolares brasileiros, é com imagens do nosso documentário:

The Glamour Ghoul


Maila Nurmi
11 Dezembro 1921 - 10 Janeiro 2008

Vampira nasceu há 88 anos.

quinta-feira, dezembro 10, 2009

Mete mais alto #75

Simian Mobile Disco
"Audacity of Huge"
Temporary Pleasure
2009

Video realizado por Jo Apps e Kate Moross.

Mete mais alto #74

Vitalic
"Poison Lips"
Flashmob
2009

Video realizado por Julien Levy.

quarta-feira, dezembro 09, 2009

Mete mais alto #73


Simian Mobile Disco
"Sleep Deprivation"
Attack Decay Sustain Release
2007

segunda-feira, dezembro 07, 2009

Pessoa do dia ® #8

(último desta série)


I
O INFANTE

Deus quer, o homem sonha, a obra nasce.
Deus quis que a Terra fosse toda uma,
Que o mar unisse, já não separasse.
Sagrou-te, e foste desvendando a espuma,

E a orla branca foi de ilha em continente,
Clareou, correndo, até ao fim do mundo,
E viu-se a terra inteira, de repente,
Surgiu, redonda, do azul profundo.

Quem te sagrou, criou-te português.
Do mar e nós em ti nos deu sinal.
Cumpriu-se o Mar e o Império se desfez.
Senhor, falta cumprir-se Portugal!


in Mensagem,
Segunda Parte - Mar Português
de Fernando Pessoa

Dormir cansa-me.

domingo, dezembro 06, 2009

Mete mais alto #72


Julie London & the Bobby Troup Quintet
"You'd Be So Nice To Come Home To"
Japão, 28 Maio 1964

Pessoa do dia ® #7

Gozo sonhado é gozo, ainda que em sonho.
Nós o que nos supomos nos fazemos,
        Se com atenta mente
        Resistirmos em crê-lo.
Não, pois, meu modo de pensar nas coisas,
Nos seres e no fado me consumo.
        Para mim crio tanto
        Quanto para mim crio.
Fora de mim, alheio ao em que penso,
O Fado cumpre-se. Porém eu me cumpro
        Segundo o âmbito breve
        Do que de meu me é dado.

Ricardo Reis
in Odes

3 x Julie London



sábado, dezembro 05, 2009

B'ch, b'ch, b'ch, b'ch, b'ch


Divulgada a primeira imagem do Cheshire Cat da Alice in Wonderland de Tim Burton.

(encontrada via Pipocablog)

Pessoa do dia ® #6

III / PIERROT BÊBADO

Nas ruas da feira,
Da feira deserta,
Só a lua cheia
Branqueia e clareia
As ruas da feira
Na noite entreaberta.

Só a lua alva
Branqueia e clareia
A paisagem calva
De abandono e alva
Alegria alheia.

Bêbeda branqueia
Como pela areia
Nas ruas da feira,
Da feira deserta,
Na noite já cheia
De sombra entreaberta.

A lua branqueia
Nas ruas da feira
Deserta e incerta… 

Fernando Pessoa
in Ficções do Interlúdio
publicadas na Portugal Futurista, 1.1917

sexta-feira, dezembro 04, 2009

Mete mais alto #71


The Legendary Tigerman feat. Asia Argento
"Life Ain't Enough For You"
Femina
2009

Tigerman actua hoje no Tivoli às 23h30.

Pessoa do dia ® #5

II
OS CASTELOS

PRIMEIRO
ULISSES


O mito é o nada que é tudo
O mesmo sol que abre os céus
É um mito brilhante e mudo –
O corpo morto de Deus,
Vivo e desnudo

Este que aqui aportou,
Foi por não ser existindo.
Sem existir nos braços.
Por não ter vindo foi vindo
E nos criou.

Assim a lenda se escorre
A entrar na realidade,
E a fecundá-la decorre
De nada, morre.


in Mensagem,
Primeira Parte - Brasão
de Fernando Pessoa


(A propósito dos 75 anos da publicação de Mensagem - O Mostrengo)

Já ganhou.

A minha selecção para este Mundial da África do Sul é a Charlize Theron. Quero cá saber das Quinas e o catano.

Æon Flux (2005)

A Mensagem do Tropicalismo

A conferência de Caetano Veloso e Antonio Cícero, marcada para as 18h30 [hoje] e intitulada "A Mensagem do Tropicalismo", analisará a influência de "Mensagem", de Fernando Pessoa, no movimento tropicalista. É a conferência que inaugura o ciclo "Livres Pensadores" na Casa Fernando Pessoa.


Madame Tutli-Putli


o excepcional
Cliquem na imagem para assistir.

(e leiam aqui acerca do trabalho de Jason Walker no filme)

quinta-feira, dezembro 03, 2009

Pessoa do dia ® #4

Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.

Álvaro de Campos, 15.1.1928
in Tabacaria

Mete mais alto #70


White Stripes
"I Just Don't Know What To Do With Myself"
(tema de Burt Bacharach e Hal David)
o video é com a Kate Moss
música incluída no álbum Elephant
de 2003
com Kate Moss e aquele varão
video realizado por Sofia Coppola
já disse que é com a Kate Moss?
é com a Kate Moss

quarta-feira, dezembro 02, 2009

Mete mais alto #69


Electric Wizard
"Master of Alchemy (I. House of Whipcord & II. The Black Drug)",
do álbum Let Us Prey (2002),
com imagens do filme Häxan, de Benjamin Christensen (1922).

(O Halloween é quando um homem quiser)

Pessoa do dia ® #3

O luar através dos altos ramos
Dizem os poetas todos que ele é mais
Que o luar através dos altos ramos.

Mas para mim, que não sei o que penso,
O que o luar através dos altos ramos
É, além de ser
O luar através dos altos ramos,
É não ser mais
Que o luar através dos altos ramos.


O Guardador de Rebanhos (XXXV),
Alberto Caeiro

(Relacionado: a lua cheia é hoje; está explicado porque a foto que tirei ontem à lua cheia mais parecia o farolim de uma Famel - é porque não era a lua cheia)

-------------------------------------------
Update, 21h32 - ei-la.

terça-feira, dezembro 01, 2009

Possessio Maris


IV
O MOSTRENGO

O mostrengo que está no fim do mar
Na noite de breu ergueu-se a voar;
À roda da nau voou três vezes,
Voou três vezes a chiar,
E disse: «Quem é que ousou entrar
Nas minhas cavernas que não desvendo,
Meus tectos negros do fim do mundo?»
E o homem do leme disse, tremendo:
«El-Rei D. João Segundo!»

«De quem são as velas onde me roço?
De quem as quilhas que vejo e ouço?»
Disse o mostrengo, e rodou três vezes,
Três vezes rodou imundo e grosso,
«Quem vem poder o que só eu posso,
Que moro onde nunca ninguém me visse
E escorro os medos do mar sem fundo?»
E o homem do leme tremeu, e disse:
«El-Rei D. João Segundo!»

Três vezes do leme as mãos ergueu,
Três vezes ao leme as reprendeu,
E disse no fim de tremer três vezes:
«Aqui ao leme sou mais do que eu:
Sou um Povo que quer o mar que é teu;
E mais que o mostrengo, que me a alma teme
E roda nas trevas do fim do mundo,
Manda a vontade, que me ata ao leme,
De El-Rei D. João Segundo!»


in Mensagem,
Segunda Parte - Mar Português.
de Fernando Pessoa


Mensagem, o único livro que Fernando Pessoa publicou em vida, há 75 anos.

3 x Evelyn Ankers à mercê do Monstro



Mete mais alto #68


2001, Acústico MTV: Cássia Eller
interpreta "Malandragem",
tema composto por Cazuza.

Pessoa do dia ® #2

Começa a ir ser dia,
O céu negro começa,
Numa menor negrura
Da sua noite escura,
A ter uma cor fria
Onde a negrura cessa.

Um negro azul-cinzento
Emerge vagamente
De onde o oriente dorme
Seu tardo sono informe,
E há um frio sem vento
Que se ouve e mal se sente.

Mas eu, o mal-dormido,
Não sinto noite ou frio,
Nem sinto vir o dia
Da solidão vazia.
Só sinto o indefinido
Do coração vazio.

Em vão o dia chega
A quem não dorme, a quem
Não tem que ter razão
Dentro do coração,
Que quando vive nega
E quando ama não tem.

Em vão, em vão, e o céu
Azula-se de verde
Acinzentadamente.
Que é isto que a minha alma sente?
Nem isto, não, nem eu,
Na noite que se perde.

Fernando Pessoa, 23.7.1935