sábado, dezembro 27, 2014

Uma das minhas resoluções para 2015 é mandar mais gente à merda.

Parece que quando percebeu que a demissão do MS estava a provocar um tsunami tipo o de há dez anos, o BdC voltou atrás.

sexta-feira, dezembro 26, 2014

"É tudo nosso."

Não, não: o Marco Silva já não é vosso.

Desejo que a mensagem do primeiro-ministro neste Natal de 2014 se torne um clássico recorrente em todos os Natais futuros, como o Sozinho em Casa ou o Música no Coração.

quinta-feira, dezembro 25, 2014

O Natal tem esta qualidade merdosa de transformar o mais comum dos mortais num fala-barato da auto-estima tipo Gustavo Santos.

HOMEM OCUPADO hoje n'A Barraca

Hoje às 22h30, no Bar do Teatro A Barraca, vai ser exibido o HOMEM OCUPADO, documentário que fiz com o João Morales, a partir do conto CASA OCUPADA, de Julio Cortázar, e com as participações de António Mega Ferreira, Rui Tavares, Vasco Pearce de Azevedo e Filipe Melo. Infelizmente, não vou conseguir estar presente, mas o Moraies vai lá estar para esclarecer quaisquer dúvidas, ou lançar ainda mais. Aparecei!

quarta-feira, dezembro 24, 2014

Se insistem na indiferença do que foram as terríveis dores de parto de Maria em época pré-epidural, tenham então um bom Natal.

segunda-feira, dezembro 22, 2014

Depois da prestação ontem do Rui Oliveira e Costa, o "Trio d'Ataque" vai passar a chamar-se "Copo de Três".

A um amigo que tem lareira vou oferecer o último livro do Rodrigues dos Santos.

Cavaco diz que é ilusão pensar que os problemas do país estão resolvidos, e é bem verdade: Cavaco continua presidente e o governo continua em funções.

Amanhã, 8h25, Outra Coisa

Não percebo o porquê de tanto bruááá acerca do Rui Oliveira e Costa, ele só estava com 0.25 Reininhos.

Gosto muito da estátua do Cristiano Ronaldo mas, deste autor, continuoa preferir a pintura:


sexta-feira, dezembro 19, 2014

Hoje vou actuar com o Jim Morrison.

Atenção, Arganil: esta é uma noite daquelas para contar aos filhos, mas só se já os tiverem, porque depois de assistir a isto vão ficar estéreis. Venham!

T(h)ree x 3

Aconteceu na quarta-feira, no Museu Oriente - a celebração do terceiro e final volume de T(h)ree, projecto criado pelo David Valentim e com tantos e tão talentosos participantes. Uma magnífica história musical, feita de colaborações entre artistas portugueses e asiáticos, de Hong Kong e Macau (vol.I), passando por Singapura e Filipinas (vol.II), até ao Japão e à Coreia do Sul. Cereja no topo do bolo: parte dos lucros da venda dos discos revertem para a Make-A-Wish Foundation. Quem esteve quarta-feira no concerto sabe o quão especial foi. Gosto de saber-me parte desta celebração em três tomos; em boa-hora o David me contactou para realizar o video do tema "Sea of Amnesia" (com produção da Joana Moura e interpretação dela e do Eduardo Guerra Frazão), fruto da parceria de Wilson Tsang com Bernardo Devlin - mais uma vez, obrigado, David, pelo convite. No segundo volume, tive oportunidade de realizar outro video, desta vez para a música "Fade", (Dreams/Sleepwalk Circus), novamente com produção da Joana Moura e interpretado pelo Eduardo. E, para este terceiro volume, editei o lindíssimo video que a Joana produziu e realizou para o tema "Ito Okashi", dos Ultra3Q e do PZ. No total, só lamento não ter feito mais, porque um projecto destes é de uma envergadura tal que não se percebe porque é que não tem mais visibilidade. Num mundo perfeito, o concerto de quarta-feira passada teria estado tão à pinha que até haveria batatada à porta para entrar. Ok, a parte da batatada se calhar é dispensável, mas acho que deu para perceber o que quis dizer. Ficam três discos estupendos, novos amigos deste e do outro lado do mundo, e a esperança de que este T(h)ree possa tornar-se um F(o)ur. Vê lá isso, David.

Percebi que tinha entrado na viatura do taxista que agrediu a moça lésbica porque apanhei o táxi no século XXI e saí na Idade Média.

Vi o trailer do filme sobre o homicídio de Carlos Castro e até me caíram os testículos.

quinta-feira, dezembro 18, 2014

De hoje até ao próximo domingo: últimos dias de uma gloriosa temporada de TIRO E QUEDA em Lisboa no ano de 2014. Não anhais, ide em peso ao Teatro Tivoli.

Outra Coisa de ontem, com o professor Marcelo a dar conta das declarações de Ricciardi acerca das férias na mansão de Salgado no Brasil.

(a imagem não está directamente relacionada com este texto, mas nunca se deve deixar passar a oportunidade de publicar uma foto de Marcelo ao volante de um fogareiro)

quarta-feira, dezembro 17, 2014

José Sócrates fez mais por Évora do que McNamara fez pela Nazaré.


Rudolfo, o Reno de Nariz Vermelho, na Outra Coisa.

terça-feira, dezembro 16, 2014

Olhando para o Hugo Soares, não compreendo porque é que o PSD não aposta mais em regalias para o ensino especial.

Para o ano, vai haver um Festival de Verão no Estabelecimento Prisional de Évora. Cabeça de cartaz: Animal Feroz.

Este Natal ofereça Pack Odisseias - Visita a Sócrates. (pena que já não haja A Vida é Bela; ficava a matar)

Este Natal, há-de haver malta a receber Packs Experiência/Aventura, não daqueles de Viagem em Balão, nem de Canoagem, mas de Visita a Sócrates na Prisão.

Se fizessem como no Dragão, e cantassem "A todos um bom Natal" na Assembleia, despertariam o espírito natalício de Assunção Esteves? #DesdeQueNãoSejaOGrândola

O Pai Natal que não me venha afugentar as visitas.


Santa Claus (1959)

Esta cena teria feito de um filme muito, muito mau, um filme muito, muito, muito mau, e, só por isso, merecia não ter sido cortada.

Em Fevereiro de 2006,

já eu e o De Pina tínhamos capturado Sócrates, numa operação bem mais limpa do que aquela do aeroporto.
Ele depois conseguiu fugir.

Manel (Alexandre Romão), Leocádia (José de Pina), Valdemar (Salvador Martinha), Tavares (eu), e Alexandrino (Zé Beirão) - "Grande Lar da Terceira Idade" no Fogo Posto Especial de Natal (2008).

Eu como Tavares e o Salvador Martinha como Valdemar, no sketch do "Grande Lar da Terceira Idade" do Fogo Posto Especial de Natal (2008).

Mete mais alto #433


RAUL SEIXAS - MOSCA NA SOPA

Dedicado ao professor Marcelo que, segundo Ricciardi, tem saudades da casa de Ricardo Salgado no Brasil.

Mete mais alto #432


Presence
"This Is You"
All Systems Gone

Ando com isto na cabeça há dias. Agora a rodar non stop. Quando este álbum saiu, em 1999, ouvi-o até o gastar. Charles Webster FTW.

Requisição civil na TAP. Fosse a previsão meteorológica tão fiável.

Estou a gostar muito desta novela, o Mar Salgado.

Ricciardi acusa Marcelo de proferir "mentiras" e de sentir "mágoa" por ter deixado de passar férias na casa de Ricardo Salgado no Brasil.

sexta-feira, dezembro 12, 2014

Tiremo-nos deste filme.

Ouvido no café:
"Homem que é homem não abusa de mulheres. Para isso existem e sempre existiram as putas".
A lógica simpleton causa-me perplexidade.

Não sei quantos séculos de suposta civilização e continuam a fazer-se piadolas com "virgem-de-signo" vs "virgem-de-coiso".

Load ""

Hora de estudar um pouco de informática, tenho jogos que não carregam.

quinta-feira, dezembro 11, 2014

Hoje é noite de TIRO E QUEDA. Corram para o Teatro Tivoli.

Concluem-se entre hoje e amanhã avanços deveras significativos numa nova manifestação de um projecto em mãos. Aguardai as novidades, madraços.

Em França, um avião militar despenhou-se num lar de crianças deficientes. Religiosos, falem com os vossos respectivos deuses. Aquele que me der uma explicação satisfatória para isto, tem a minha fé.

Se trocarmos o W por um E, Star Wars passa a ser sobre o Spock.

quarta-feira, dezembro 10, 2014

Novo trailer de Mad Max: Fury Road

Insano! Parece-me muito, muito bem.

Espantado não será a palavra, pois que já me habituei à choldrice, mas deu-se-me um princípio de abananamento ao ler tanto post de palminhas a Ricardo Salgado pela atitude pesporrente com que se apresentou ontem à comissão parlamentar de inquérito ao ‪‎BES‬, uma admiração típica da pobreza de espírito do pior que há no portuguesinho que se desmultiplica em genuflexões perante os doutores e engenheiros da gravata, altivos e inimputáveis, a quem se oferece um presunto lá da terra em vésperas do Natal. É triste.

Tendo em conta que o país se está a afundar, pasmo que não se dê a devida atenção aos submarinos.

Hoje de manhã: comentário do professor Marcelo acerca da comissão parlamentar de inquérito ao BES. Foi, aliás, a única coisa boa que tirei daquela comissão de inquérito - material para escrever este texto.