terça-feira, abril 11, 2017

A maior prova da importãncia das vacinas é que, por não haver vacina contra a ignorância, há gente ignorante ao ponto de achar que não se devem tomar vacinas.

Pensava que os putos hoje em dia era só kizombas, mas depois de ouvir o que se passou no hotel em Torremolinos, percebi que ainda há rock 'n' roll! Ainda há esperança.

segunda-feira, abril 03, 2017

Hugleikur Dagsson

Não é o busto de Napoleão, é o outro
Ouçam aqui.


#NãoÉMau

Fotos do Vitorino Coragem: lançamento do n.º 15 da Flanzine, sábado passado no Logradouro.
Muito obrigado à Catarina Wallenstein pela belíssima leitura do meu "Evolução".

sábado, abril 01, 2017

sexta-feira, março 31, 2017























Não consigo descobrir o autor; se alguém souber, é favor partilhar.

Amanhã

Lançamento do número 15 da Flanzine.
Obrigado mais uma vez ao João Pedro Azul pelo convite, dá gosto fazer parte da Flan.

Mais info aqui.

Mete mais alto #532


Iron Maiden - Phantom Of The Opera - Live @ the Rainbow, 1980
Paul Di'Anno - Voz
Steve Harris - Baixo
Dave Murray - Guitarra
Adrian Smith - Guitarra
Clive Burr - Bateria

Mete mais alto #531


Scorpions - Sails of Charon
@ Musikladen TV, 16-1-1978
Klaus Meine - Voz
Uli Jon Roth - Guitarra Solo
Rudolf Schenker - Guitarra ritmo
Francis Buchholz - Baixo
Herman Rarebell - Bateria

18 anos de Matrix

Mete mais alto #530


The Thelonious Monk Quartet
Monk's Dream
Gravado em 1962,
1.ª edição em 1963

Thelonious Monk – Piano
Charlie Rouse – Sax tenor
John Ore – Contrabaixo
Frankie Dunlop – Bateria

O Dia das Mentiras na Era da Pós-Verdade

Olha-se para o lado e pensa-se: olha, o Carrilho passou-se outra vez e afiambrou alguém. Mas não, é a verdade com um olho ao peito.
Ouçam aqui.

Esta cerveja cheira a pupu
Ouçam aqui.

NãoÉMau

quinta-feira, março 30, 2017

Se temos de começar a chamar nomes diferentes às coisas para que as coisas sejam tratadas como as coisas que são, está o caldo entornado.
Ouçam aqui.


#NãoÉMau

Incrível espectáculo, o de Eddie Izzard na terça-feira passada. Rigor, à-vontade, aquele repentismo aparente, próprio de quem tem a dinâmica e o tom muitíssimo bem oleados. Um portento galhófico. Urge dar os parabéns ao Hugo Nobrega da H2N pela iniciativa de colocar terras lusas no mapa de digressão de um comediante desta envergadura. A internacionalização não passa só pela actuação de portugueses no estrangeiro, mas também por trazer estrangeiros até Portugal. A médio/longo prazo, esta proximidade poderá trazer frutos ao que se faz por cá, amadurecendo público e profissionais. Bom para todos e a todos os níveis. O facto de se dar mais importância à questão de quais os profissionais que estiveram presentes entre o público e os que estiveram ausentes - uma abordagem que esperaria de, p.e., um qualquer "Fama Show" - do que ao que aconteceu em palco, será talvez prova do caminho que ainda falta calcorrear. A comédia, quer parecer-me, é um percurso, mais do que um fim em si mesmo, e há sempre espaço para tentar, falhar, aprender, repetir. E rir. Muito.

P.S. - Sim, é uma selfie com o Eddie Izzard, após uns bons 20 minutos de conversa. Ia lá perder uma oportunidade destas.

Recontextualização Pop em Suporte Digital da Obra em Bronze do Escultor Emanuel Santos
ou
Esta Está Muito Bem Esgalhada.
(alguém sabe quem fez?)

Sim, porque chamar Sá Carneiro a um aeroporto revelou um tacto do caraças.

domingo, março 26, 2017

Mete mais alto #529


John Coltrane - Sax tenor & soprano
Wynton Kelly - Piano
Paul Chambers - Contrabaixo
Jimmy Cobb - Bateria
com os convidados
Oscar Peterson - Piano
Stan Getz - Sax tenor

28 de Março, 1960
Düsseldorf, Alemanha

Happy birthday, José Luis García-López!

Happy birthday, Brian Bolland!




Filho da Treta:
Obrigado, Porto!

Um mês em grande no Sá da Bandeira! Até sempre!

Saturday Night Live, 1981: John Belushi consegue que os Fear actuem em directo. O estúdio é aberto aos fãs da banda. Os Fear ficam proibidos de voltar a actuar no SNL. A actuação fica para a História.

Levaram-nos uma hora, sem ai nem ui.
E ainda há quem nos diga livres.

sexta-feira, março 24, 2017

Depois de ter sido exibido na segunda-feira, inserido na competição internacional, o nosso GARATUJO volta a passar na Monstra, desta vez na sessão Prémio SPAutores - Vasco Granja, junto com mais 12 curtas-metragens nacionais. É hoje às 22h no Cinema São Jorge.